Sobre o Curso:

Verifica-se que nas últimas décadas do século XX e nas primeiras do XXI grandes progressos vêm sendo observados para melhor articulação entre os saberes psicológicos, psiquiátricos e as práticas jurídicas.

Na atualidade existe uma crescente demanda para o uso de especialistas para orientação e esclarecimento do juiz, sendo que este fato ocorre em razão das áreas do conhecimento sofrerem uma constante expansão, além de não ser razoável pressupor que uma única pessoa detenha um conhecimento em todas as áreas do saber humano.

A perícia é um meio de prova que pressupõe que a matéria pela qual recai o objeto de conhecimento do magistrado seja técnica, isto é, que se trate de matéria que, para sua perfeita e adequada compreensão exige conhecimentos especializados que o magistrado não possui ou não domina (Scarpinella Bueno, 2015).

A área da avaliação psicológica baseia-se em pressupostos científicos que caracterizam a compreensão de fenômenos psicológicos complexos. Seus avanços têm sido impulsionados pelas novas demandas de métodos, técnicas e teorias científicas (Amparo, 2013).

Foi por meio das avalições psicológicas de cunho pericial que a psicologia se aproximou do direito, inicialmente como derivada da medicina legal, e de forma gradual, percorrendo os caminhos de modo mais independente.

A prática da avaliação psicológica no contexto forense refere-se a um processo avaliativo dirigido a responder demandas jurídicas específicas, relacionadas às múltiplas ações judiciais (Lago & Puthin, 2020).

Carga horária de 360 horas.

Objetivos, Qualificações e Diferenciais.

O Curso busca qualificar psicólogos para que atuem como peritos na área jurídica, considerando a relevância da perícia que é um meio probatório, onde o profissional verifica e analisa fatos pertinentes à causa, transmitindo ao magistrado seu parecer.

Apresentando:

• Conceitos pertinentes à psicologia forense, ao sistema de justiça brasileiro e desenvolvimento na carreira de psicólogo perito;

• Métodos e técnicas relativos à avaliação psicológica no contexto forense (entrevista, psicopatologia, procedimentos de coleta de dados, escolha e uso de instrumentos psicológicos), avaliando fenômenos humanos de ordem cognitiva, comportamental e afetiva;

• A realização da perícia psicológica nas varas civil, execução penal,
criminal, familiar, do trabalho, da infância e juventude, e de violência doméstica;
• A confecção dos documentos psicológicos decorrente dos trabalhos realizados.

Perfil do Aluno

Profissionais graduados em curso superior reconhecido pelo MEC, em psicologia que buscam aperfeiçoamento e aprofundamento para atuarem como peritos na área jurídica.

Programa e Metodologia:

Os encontros ocorrem uma vez ao mês, nas sextas noturno e sábado diurno, através de aulas totalmente on-line, teóricas e práticas com docentes experientes permitindo assim uma adequação da fundamentação técnica com a realidade a qual o aluno irá encontrar no mercado de trabalho.

Matriz Curricular

• Introdução à Ps. Forense e Av. Psicológica Pericial
• O sistema de justiça brasileiro
• Entrevista clínico-forense
• Avaliação neuropsicológica no contexto forense
• Avalição de personalidade -Teste de Rorschach (R-PAS)
• Psicopatologia Forense
• Avaliação Psicológica na vara de família
• Avaliação Psicológica na Justiça do trabalho
• Avaliação Psicológica na vara cível
• Avaliação Psicológica na vara da infância e juventude - Perda do poder familiar e Habilitação à adoção
• Avaliação Psicológica na vara da infância e juventude - Suspeita de violência sexual e Avaliação do adolescente infrator
• Avaliação Psicológica nas varas de violência doméstica: perspectiva de gênero
• Avaliação Psicológica na vara criminal e de execução penal
• Documentos psicológicos
• Metodologia Científica
• Produção de artigo científico

Local:

Ambiente Digital - 1 final de semana ao mês, sendo sexta noite e sábado integral.

Regulamento:

Curso para profissionais formados na área de psicologia

 

NOSSOS PROFESSORES

 
 

Profª. Me. Ignez Charbel Stephanini

Graduada em Psicologia pela Universidade Católica Dom Bosco (1991), Formação em Perícia Psicológica e Neuropsicológica (IPqHCFM-USP), Especialista em Gestão Avançada de Recursos Humanos (UCDB), Especialista em Avaliação Psicológica (IPOG), Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP/14), Mestre em Psicologia (UCDB). Autora de capítulos de livros da coletânea "Série Saúde Mental e Trabalho".

 
 

Profª. PhD. Drª.Liliana Andolpho Magalhães Guimarães

Psicóloga, Especialista em Psicologia Hospitalar e em Administração Hospitalar, Mestre em Psicologia da Saúde, Doutora em Saúde Mental pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP, Pós-doutora em Saúde Mental pela UNICAMP- FCM/DPMP (1994) e em Medicina do Estresse pelo Instituto Karolinska, Estolcomo, Suécia. Mestrado e Doutorado em Psicologia, área de concentração Saúde e Qualidade de Vida, da Universidade de Guadalajara, México.

 
 

Profª. PhD. Drª. Sonia Liane Reichert Rovinski

Psicóloga forense, Especialista em Psicologia Jurídica (CFP), Especialista em Psicologia Jurídica pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), Especialista em Criminologia (PUC-RS), Mestre em Psicologia Social e da Personalidade (PUC-RS), Doutora em Psicologia Clínica e da Saúde (Universidade de Santiago de Compostela/ revalidado PUC-RS) e Pós-doutora em Avaliação Psicológica (GEAPAP-UFRGS).

 
 

Prof. Dr. Rui Mateus Joaquim

Pesquisador de Pós-Doutorado (Bolsista CNPq) do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Medicina Molecular (INCT - MM) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Doutor em (Neuro) Ciências com ênfase pelo programa de Pós-Graduação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru/SP.

 
 

Me. Thiago Melim Braga

Mestre e Doutorando em Direito do Estado (PUC/SP), Pós-Graduado (PUC/SP). Professor assistente (voluntário) na graduação do curso de Direito (PUC/SP).

 
 

Drª. Ordália Alves Almeida

Pedagoga. Mestre e Doutora em Educação (UFSC). Pós-Doutora em Sociologia da Infância (Univ. do Minho, Braga/Portugal). Diretora da Faculdade de Educação (FaEd/UFMS). Presidente da Câmara de Educação Superior do Conselho Estadual de Educação-MS. Professora Titular aposentada da UFMS.

 
 

Profª  Dra. Catula da Luz Pelisoli

Graduada em Psicologia pela UNISINOS (2005), Especialista em Psicoterapia Cognitivo Comportamental (WP - Centro de Psicoterapia Cognitivo Comportamental, 2009), Especialista em Psicologia Clínica (Conselho Federal de Psicologia, 2017), Mestrado (UFRGS, 2008) e Doutorado (UFRGS, 2013) em Psicologia, com período de doutorado sanduíche na University of Hawaii at Hilo; Pós Doutorado (UFRGS, 2019). Atualmente, é Psicóloga Judiciária do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul na Comarca de Passo Fundo.

 
 

Profª. Me. Ivete Vargas

Graduada em Psicólogia pela ULBRA, pós-graduada em Psicologia Organizacional (UFRGS), pós-graduada em Sistema de Justiça: conciliação, mediação e justiça restaurativa, pela UNISUL, mestrado em Direito com ênfase em Direitos Humanos, pelo Centro Universitário Ritter dos Reis - Laureate International Universities.

 
 

Prof. Me.Paulo Oscar Teitelbaum

Psiquiatra forense e psicanalista. Professor convidado do Mestrado em Saúde Mental e Forense da Universidade Nacional de La Plata (UNLP), Argentina. Professor titular de Psiquiatria Forense do curso de Especialização em Psiquiatria da Associação de Psiquiatria Cyro Martins (CYMM). Supervisor do Programa de Residência Médica em Psiquiatria do Hospital Psiquiátrico São Pedro, Porto Alegre.

 
 

Prof. Me. Mário José Esbalqueiro Júnior

Juiz de Direito (TJMS) e Master em Processo Penal (Espanha). Especialista em Controle de Constitucionalidade pela UNISUL. Especialista em Direito Constitucional pela PUC-RIO. Professor de Pós-Graduação em Direito.

 
 

Profª. Raquel Brandão Martins de Araujo Younes

Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008). Especialista em Psicoterapia Psicanalítica na Universidade de São Paulo (2011). Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (2014). Psicóloga clínica em consultório particular de 2009 até o presente. Docente substituta no curso de Psicologia na UFMS-CPAN (2017-2018).

 
 

Profª. Veronica Petersen Chaves

Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1993) e Mestre em Psicologia do Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). Psicóloga do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul - TJRS. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Jurídica e do Desenvolvimento, atuando principalmente nos seguintes temas: adoção, abandono, infância, psicologia jurídica, interdisciplinariedade.

 
 

Profª. Vivian de Medeiros Lago

Graduada em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (2001) e em Psicologia pela Universidade Católica de Pelotas (2005). Especialista em Psicologia Jurídica pela Universidade Luterana do Brasil (2005) e é Mestre e Doutora com Pós-doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Realizou estágio de doutorado sanduíche no Departamento de Psicologia Forense da Universidade de Portsmouth, Reino Unido.